Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Entrevista com Néstor García Canclini

Alberto Dines debate temas contemporâneos com renomado antropólogo

Observatório da Imprensa

No AR em 08/01/2016 - 04:04

Alberto Dines e CancliniO Observatório da Imprensa apresenta uma entrevista especial do antropólogo argentino Néstor García Canclini, considerado um dos maiores pensadores da atualidade. No Rio para um ciclo de palestras, o argentino radicado no México, conversou com o apresentador Alberto Dines sobre questões que afligem a Humanidade no século XXI: a xenofobia na Europa, a identidade dos povos indígenas da América do Sul e o preconceito racial no Brasil e no mundo.

Especialista em cultura e consumo nos meios de comunicação, Canclini critica a superficialidade e a velocidade das redes sociais que não dão espaço nem tempo para o aprofundamento dos assuntos. O escritor não é contrário aos meios de comunicação de massa, mas apoia e sublinha o trabalho dos observadores ou ombudsman da mídia.

Para ele “A observação é básica para viver. Não é só necessário olhar e observar. Supõe também entender, compreender.” O escritor e professor, que fugiu da ditadura argentina e se radicou no México, também lançou seu olhar crítico para a violência dos cartéis mexicanos. Ele afirmou que “a guerra do governo contra o narcotráfico fracassou claramente. A militarização e a repressão não servem. É preciso encarar o narcotráfico como um problema social.”

A edição comemorativa celebra os 17 anos do programa Observatório da Imprensa na televisão.




Criado em 30/04/2015 - 13:06 e atualizado em 11/11/2015 - 16:46

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí