Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Nova geração do samba: Mosquito e Renato Milagres

Convidados falam sobre carreira, referências e mercado musical atual

Samba na Gamboa

No AR em 23/05/2017 - 22:00

Mosquito, Diogo Nogueira e Renato MilagresCantor e compositor da Ilha do Governador, Mosquito é considerado um dos maiores talentos da nova geração do samba. Nascido e criado no Partido Alto, ele tem uma vasta gama de influências e se apropria de referências de gêneros como o samba-rock, o pagode romântico e a MPB em seu trabalho. Lançou seu primeiro disco em junho de 2015, com participações do padrinho Xande de Pilares e de Zeca Pagodinho, com quem é constantemente comparado no início da carreira. Seu álbum tem entre os maiores destaques a canções Ô Sorte e Não Enche (Caetano Veloso), que fizeram parte da trilha sonora das novelas “Babilônia” e “I Love Paraisópolis”, respectivamente, e Papel de Bobão, que entrou na trilha da novela “A Regra do Jogo”.

Descendente de uma família de músicos, Renato Milagres comprova que o talento musical está mesmo no sangue. Sobrinho do ícone Zeca Pagodinho, Renato conta a Diogo que sonhava em ser jogador de futebol, mas foi no samba que se encontrou. Comandou a roda de samba semanal do Renascença Clube por muitos anos, participou do CD e DVD Quintal do Pagodinho interpretando a música Alma boemia de Toninho Geraes e a música ficou entre as 10 mais pedidas na rádio FM por diversas semanas seguidas. Hoje Renato trabalha seu primeiro álbum, Oficio sambista, com músicas inéditas de compositores de diferentes gerações e se apresenta em shows em diversos estados, como Brasília, Minas Gerais, Pará e São Paulo.
 

 

 

 

Apresentação: Diogo Nogueira
Produção: Tatiana Bastos e Carlos Soton
Direção: Belisario Franca

 

 

 

Ultimas

O que vem por aí