Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Dida, o iluminado - Parte 2

O primeiro grande camisa 10 do "Mengão"

10 X 10 - Os donos da camisa

No AR em 01/04/2020 - 19:30

Edvaldo Alves de Santa Rosa, conhecido como Dida, consagrou-se um dos maiores artilheiros do Flamengo, depois de Galinho e antes de Zico - que teve Dida como ídolo desde de menino.  

Teve uma participação marcante no campeonato estadual de 1955, quando, na final contra o América, jogando pelo time rubro-negro Dida marcou 4 gols, no 4x1 da vitória. Foram dois gols em cada tempo. A torcida invadiu o campo e pulou sobre o artilheiro para comemorar o tri-campeonato.

Ídolo do flamengo, Dida foi o grande ídolo de ninguém menos que Zico
Ídolo do flamengo, Dida foi o grande ídolo de ninguém menos que Zico - Reprodução - TV Brasil

Alagoano de Maceió, Dida fez história também na seleção brasileira, pela qual jogou entre anos de 1957 e 1961. Disputou uma Copa do Mundo, a da Suécia em 1958. 

O sucesso com o Flamengo fez Dida chegar à seleção em maio de 1958, às vésperas da Copa do Mundo. Estreou já com a camisa 10 e marcando um gol de letra na vitória por 5 a 1 contra o Paraguai. No segundo tempo, acabou deu lugar ao menino chamado Pelé, que dispensa apresentações. 

Depoimentos emocionados do sucessor de Dida no coração da torcida rubro negra dão luz à história que celebra o primeiro grande camisa 10 do "Mengão".
 

 O alagoano Dida fez parte do time campeão mundial em 1958
O alagoano Dida fez parte do time campeão mundial em 1958 - Reprodução/TV Brasil

Criado em 30/03/2020 - 17:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí