Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Recordações da Casa Amarela

Comédia do cineasta português João César Monteiro conquistou o Leão de

Soy Loco por ti Cinema

No AR em 20/02/2016 - 02:30

Um homem de meia-idade vive no quarto de uma pensão barata na zona antiga e ribeirinha de Lisboa em 1989. Atormentado pela doença e por outros problemas, ele se distraiu com música clássica e assistindo filmes para enfrentes o desatino da miséria. É despejado do local após um frustrado atentado ao pudor contra a filha da dona da pensão.

Sozinho e sem dinheiro, o homem se vê oprimido pela frieza da vida urbana até que é internado em um hospício. Ele sai de lá, como homem livre e sensato, com a firme determinação: está empenhado em cumprir uma estranha tarefa confiada por um velho amigo que também sofre de transtornos mentais.

A comédia “Recordações da Casa Amarela” é a primeira obra da trilogia do saudoso cineasta português João César Monteiro em que o próprio diretor interpreta o seu alter-ego na figura de João de Deus. O filme foi premiado com o Leão de Prata no Festival de Veneza. Inédito. 122 min.

 




Título original: Recordações da Casa Amarela. País de origem: Portugal. Ano de estreia: 1989. Gênero: comédia. Direção: João César Monteiro, com João César Monteiro, Manuela de Freitas, Ruy Furtado, Teresa Calado, António Terrinha, Violeta Sarzedas, Madalena Lua, João Bérnard da Costa, Sabina Sacchi, Manuel Gomes, Maria Ângela de Oliveira, Maria da Luz Fernandes, Vasco Sequeira, José Nunes.

Classificação indicativa: 18 anos

Criado em 04/12/2015 - 18:03 e atualizado em 10/02/2016 - 19:41

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí