Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Balanço da economia em 2015 e perspectivas para 2016

Economistas avaliam os acontecimentos econômicos do país e o que

Brasilianas.org

No AR em 29/12/2015 - 04:01

Joaquim Levy ao deixar o Ministério da Fazenda. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil.A economia do Brasil passou por um ano conturbado de notícias, desde a exaustiva luta entre Executivo e Legislativo para a aprovação do Orçamento do Governo Federal, até o pacote fiscal proposto pelo então ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que acabou não dando certo e dividindo o governo.

Ainda em 2015, o Brasil sofreu sucessivos rebaixamentos de sua nota de bom pagador, começando em setembro, quando a Standard & Poor's o derrubou para a categoria "especulativa". No mês seguinte, a Fitch Rating rebaixou o Brasil de "BBB" para "BBB-", mantendo o país dentro da categoria de bom pagador. Mas em dezembro, não teve jeito, a consultoria tirou a nota de crédito soberano de longo prazo do Brasil.

Em dezembro, o aumento de juros nos Estados Unidos deve atrair investimentos no próximo ano que poderiam ser aplicados no Brasil.

Para fechar 2015, o ministro Joaquim Levy pediu demissão, apenas um ano após ser empossado na Fazenda. A saída já era esperada, porém prevista para janeiro, quando o Planalto já estaria com um nome forte em mãos para não preocupar os agentes econômicos.

Para avaliar esses acontecimentos, o enlace entre a crise política e a crise econômica, e o que podemos aguardar para 2016, Luis Nassif recebe o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito, a professora do Departamento de Economia da FEA-USP, Laura Carvalho, e o professor titular do Departamento de Economia da FEA-RP/USP, Rudinei Toneto Jr.

 




Criado em 24/12/2015 - 11:35 e atualizado em 15/03/2016 - 10:42

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí