Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

O papel da indústria da defesa na economia

Setor é considerado um dos principais geradores de tecnologia para um

Brasilianas.org

No AR em 02/02/2016 - 01:00

Imagem: Tânia Rêgo / Agência Brasil.O desenvolvimento da indústria da defesa está atrelado à tecnologia e à inovação, que, muitas vezes, contribuem para a criação de produtos de uso não militar. O computador e o micro-ondas são exemplos de produtos inventados para fins militares e que hoje fazem parte do dia a dia de bilhões de pessoas no mundo.

A indústria da defesa exige maior aplicação de mão de obra especializada. Não à toa, é considerada um dos principais geradores de tecnologia para um país. Segundo levantamento do Ministério da Defesa, apresentado em 2015, 60% das pesquisas realizadas nesse setor têm impacto em outras áreas.

No Brasil, as empresas que compõem essa cadeia produtiva estão contramão da recessão econômica. Seu faturamento tem aumentado em anos recentes. Um exemplo é a brasileira Avibrás, de São José dos Campos (SP), que fechou 2015 com uma receita bruta de R$ 1,1 bilhão – oito vezes mais do que o gerado em 2012.

Para debater o papel dessa indústria no desenvolvimento de P&D e a capacidade do país de investir cada vez mais nessa área, o Brasilianas.org promove um debate com o Coronel Armando Lemos, diretor técnico da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) e com o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Leonel Perondi.

 




Criado em 28/01/2016 - 17:17 e atualizado em 15/03/2016 - 10:56

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí