Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

África: um continente repleto de sabores

Programa desvenda a gastronomia do continente

Nova África

No AR em 10/05/2017 - 09:30

A cozinha, as receitas, os modos e os temperos. A gastronomia africana é um universo amplo e fascinante que passa pelos ingredientes, utensílios, sabores e saberes do homem. O Nova África mostra como a variedade retrata este continente. Do norte ao sul, pratos que misturam influências mediterrâneas, tribais, asiáticas, árabes, e até brasileiras.

O primeiro destino é o Benin, onde a repórter Dina Adão mostra como a culinária brasileira influenciou os pratos servidos neste país. O historiador Noel explica como os escravos brasileiros levaram costumes culinários ao retornarem ao lar.

De lá, seguimos para o segundo país mais populoso do continente, a Etiópia, que abriga um dos maiores mercados a céu aberto da África: o Adis Abeba. Com a repórter Aline Maccari compraremos os ingredientes necessários para o preparo de uma receita típica e muito especial para os etíopes, a galinha doroet.

O prato, servido apenas em ocasiões especiais, tem seu simbolismo desvendado em uma visita a um dos restaurantes mais tradicionais do país. E ainda na Etiópia, uma outra tradição gastronômica bastante apreciada no Brasil: o café. Veja as diferentes formas de preparo desta iguaria, com por exemplo, o café com sal.

O programa mostra ainda um restaurante na África do Sul que serve apenas comidas originadas no continente. O África Café busca manter as tradições gastronômicas de toda a África em um país que, cada vez mais, ocidentaliza a sua culinária. A proprietária fala sobre os estereótipos criados pelos visitantes, que associam comida africana a pobreza e sujeira, o que não é verdade.

Já a última viagem deste episódio tem como destino o Marrocos. Mundialmente famoso por seus pratos e temperos exóticos, o país tem um dos mercados mais tradicionais, coloridos, barulhentos e divertidos do norte da África: o Jema El Finá. Quem acha que os franceses são os maiores consumidores de pão do mundo ficará surpreso. Além disso, veja como é preparada uma iguaria bastante consumida por lá e aqui, o cuscuz.

Ainda no Marrocos, uma entrevista com um dos maiores cozinheiros do continente, o chefe Tarik Harabida. Nascido e criado por uma família de cozinheiros, aos 17 anos Harabida iniciou sua trajetória na gastronomia. Para ele, a especialidade da comida marroquina é resultado dos hábitos e, principalmente, da história do povo deste país.

 





Ultimas

O que vem por aí