Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Walmor Chagas

Programa presta homenagem ao ilustre ator que faleceu em janeiro deste

Conexão Roberto D’Avila

No AR em 24/02/2013 - 23:00

Walmor Chagas é homenageado pelo Conexão Roberto D'Avila. Crédito: Antônio Cruz/ABrO programa deste domingo homenageia o ator Walmor Chagas que faleceu em janeiro de 2013 aos 82 anos. Walmor Chagas concedeu entrevista ao jornalista Roberto D'Avila em 2009 no Hotel Copacabana Palace onde o ator, diretor e produtor teatral lembrou os 60 anos de sua trajetória artística de sucesso. Considerado um dos mais talentosos atores do teatro brasileiro, Walmor atuou em mais de 40 peças, cerca de 20 filmes, além de ter participado de 30 novelas e casos especiais.

Há mais de 10 anos, Walmor Chagas se recolheu em Guaratinguetá, na Serra da Mantiqueira, onde tem um sítio. Na entrevista, o ator explicou que só saia da fazenda para realizar algum trabalho que realmente o empolgue. Gaúcho de Alegrete, o ator começou a atuar em 1948, na peça Antígona, de Jean Anouille, apresentada no teatro do estudante de Porto Alegre. Em 1952, foi de mudança para São Paulo, a fim de trabalhar no Teatro Brasileiro de Comédia.

Lá, conheceu dois dos mais importantes nomes do teatro brasileiro: Ziembinski e a grande diva Cacilda Becker, com quem foi casado até a morte prematura da atriz aos 48 anos. Juntos, eles fundaram a Companhia de Teatro Cacilda Becker, em 1958, responsável por algumas das principais montagens teatrais no país, durante os anos 1960. Na entrevista, o ator falou sobre Cacilda e a respeito do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC).

Na conversa com Roberto D'Avila, Walmor Chagas comentou também sobre os filmes São Paulo S.A e Valsa para Bruno Stein, produção em que interpreta Bruno Stein, um homem de idade avançada que não vê mais prazer na vida. O longa de 2007 foi um dos últimos filmes em que o ator esteve em cena.

Na galeria das grandes personagens interpretadas por Walmor na Companhia destacam-se ainda peças como Volpone, de Ben Jonson, Jornada de um Longo Dia para Dentro da Noite, de Eugene O Neill, Gata em Teto de Zinco Quente, de Tennessee Williams e Quem Tem Medo de Virginia Woolf, de Edward Albee, esta considerada o ponto alto de sua carreira.

Em 1965, o ator estreou no cinema com o clássico São Paulo S.A, de Luiz Sérgio Person, atuação que lhe valeu elogios do diretor espanhol Luis Buñuel. Em 1976, atuou em Xica da Silva, de Cacá Diegues. A primeira telenovela de Walmor Chagas foi Teresa, exibida na extinta TV Tupi. A partir de 1970, trabalhou em muitas novelas de sucesso da TV Globo.




Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 19/02/2013 - 15:02 e atualizado em 19/02/2013 - 15:28

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí