Menu programa

Jessé Souza acusa elite de “demonizar a política e o Estado”

Para o presidente do Ipea, foco da crise não é combate à corrupção


O sociólogo Jessé José Freire de Souza, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é o entrevistado desta terça-feira (5/4), do programa Espaço Público.

Na análise do presidente do Ipea, sociólogo Jessé Souza, a crise política no Brasil não se dá em torno do combate à corrupção. Para o autor do livro “A tolice da inteligência brasileira”, lançado no ano passado, se a pauta fosse essa, “a gente não estaria fulanizando pessoas nem partidos. A gente estaria montando racionalmente uma nova estrutura para repensar o Estado e as relações do Estado com a economia”.

Em entrevista ao programa Espaço Público, da TV Brasil, Jessé foi categórico: “A crise política que estamos vivenciando agora é uma crise sobre dinheiro”. Ele explica: “A grande ameaça a uma sociedade democrática é ela ser comprada pelo dinheiro, esse é o ponto, nenhum outro”. Estudioso das classes sociais no Brasil, o sociólogo sustenta que uma seleta elite econômica, que representa menos de 1% da população, busca – por meio da compra de outras elites, de parte dos políticos e da mídia - demonizar a política e o Estado, com o objetivo de tornar invisível a própria corrupção.

Com mais de 20 livros publicados em vários idiomas, Jessé é conhecido por dividir as classes sociais brasileiras entre ralé, batalhadores e ricos. Ele nega que o Brasil tenha uma classe alta. Na opinião dele, existe no país uma “classe de endinheirados”. O sociólogo também contesta a tese de que 40 milhões de brasileiros ascenderam à classe média nos últimos anos. Para ele, essa massa de cidadãos representa, na verdade, “uma nova classe trabalhadora precarizada, superexplorada”.

O presidente do Ipea é também professor titular de ciência política da Universidade Federal Fluminense (UFF). Graduado em direito pela Universidade de Brasília, fez mestrado na própria UnB. É, ainda, doutor em sociologia pela Karl Ruprecht Universität Heidelberg (Alemanha), pós-doutorado em filosofia e psicanálise pela New School for Social Research, de Nova York, e livre docente em sociologia pela Universität Flensburg (Alemanha).

Transmitido pela TV Brasil toda terça-feira, às 23h, o programa Espaço Público é apresentado pelo jornalista Paulo Moreira Leite, com a participação do também jornalista Florestan Fernandes Júnior. Na entrevista com Jessé Souza, compõe a mesa, ainda, a jornalista e socióloga Mana Coelho.