Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Centenário de Luiz Gonzaga

Elba Ramalho conta as histórias do homem e do músico

Segue o Som

No AR em 09/12/2012 - 03:30

Elba Ramalho e Rafael MeninãoLuiz Gonzaga traduziu como ninguém a alma do sertanejo. Sua obra poético-musical única, marcou para sempre a música brasileira. Deixou canções imortais, misturou e inventou estilos. Para celebrar seu centenário, o Segue o Som presta uma homenagem ao músico pernambucano com uma convidada especial, Elba Ramalho.

A cantora fala sobre seus encontros com Seu Lua, como era conhecido o Rei do Baião pelo formato arrendondado de seu rosto. Ela relembra o dia do nascimento de seu filho Luã, e a visita de Gonzagão ao hospital, que cantarolou versos para o recém-nascido. Conta também que aprendeu de seu pai uma valsa e anos mais tarde ao mostrar a canção ao mestre, foi surpreendida por ele que afirmou ser o autor da música, revelando a amplitude de sua obra.

Elba foi intérprete de muitas de suas canções e participou de outros tantos LPs. Um fato curioso: os álbuns de Luiz Gonzaga que tiveram a participação de Elba receberam, todos, discos de platina.

A fé, característica marcante do povo nordestino, sempre esteve presente na obra de Luiz Gonzaga. Para Elba, que é devota de Nossa Senhora, todo sertanejo já nasce conhecendo o significado da palavra fé, antes mesmo de fazer parte de uma religião específica, com dogmas e ritos. É a fé que ajuda na sobrevivência, na luta entre a vida e a morte. É a fé que traz a sustentação do povo e ajuda a ter esperança. Elba entoa "Ave Maria Sertaneja" de Luiz Gonzaga, que soube como ninguém traduzir a força espiritual da gente de sua terra.

O programa traz ainda as grandes parcerias do Rei do Baião, como Zé Dantas e Humberto Teixeira. Com eles fez as clássicas "O Xote Das Meninas", "A Volta De Asa Branca", "Vem Morena", "Juazeiro", "Paraíba", "Estrada do Canindé", "Baião", "Baião de Dois", "Respeita Januário", "Assum Preto", "Asa Branca" entre outras. Luiz imortalizou canções com sua voz marcante, seu estilo, sua indumentária e sua sanfona, influenciando toda uma geração de músicos.

Tem ainda a história da origem do baião, Dominguinhos, Gonzaguinha, Gal Costa, Gilberto Gil, Fagner e um clipe sensacional com pai e filho juntos. Elba ainda interpreta no estúdio, “Estrada do Canindé”, “Sabiá” e “O Xote das Meninas”. Imperdível!





Criado em 16/11/2012 - 16:39 e atualizado em 14/12/2012 - 03:39

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí