Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Fé Inclusiva

Programa Especial aborda fé e acessibilidade na Igreja Católica

Programa Especial

No AR em 24/08/2013 - 13:30

Rafael ZanoliAndré Carlos de Oliveira, técnico administrativo e deficiente auditivo, destacou a importância de ter um intérprete de LIBRAS nas celebrações da JMJ. “Muitas vezes, o surdo fica sem entender porque não tem acesso à comunicação. E aí, com o intérprete, a gente aprende e pode reproduzir isso. Pode ir evangelizando e passando a mensagem para outros surdos.”

Jovens aqui no Brasil também reconhecem o papel da religiosidade na luta contra o preconceito e a importância da inclusão das pessoas com deficiência. O analista de sistemas Rafael Zanoli, de 26 anos, que tem deficiência física, falou da importância da religião: “A religião, sim, é um instrumento importante contra o preconceito porque ela une as pessoas”.

Padre Wilson CzaiaTer uma deficiência não é, de modo algum, impedimento para alguém abraçar a sua vocação. O padre Wilson Czaia, que é surdo, falou sobre como resolveu ser sacerdote. “Antes de ser padre, eu já convivia dentro da Igreja, eu estava como ministro. Nós viajamos para outra cidade, porque lá tinha surdos, tinha comunhão para as crianças surdas e em língua de sinais. Eu fiquei admirado, aquilo me tocou profundamente”, explica

Durante a JMJ, Fernanda Honorato e José Luiz Pacheco aproveitaram a área reservada a pessoas com deficiência, na Praia de Copacabana, para constatar o otimismo que a fé traz para vida delas. O estudante amapaense Carlos Oliveira, cadeirante, conta que foi à JMJ a fim de celebrar a fé. “Eu vim para cá não somente para conhecer o Papa, para vê-lo, mas para participar desse momento de fé da Igreja, esse momento onde todos os jovens se reúnem para celebrar a fé. ”
 




Apresentação: Juliana Oliveira

Direção: Angela Reiniger

Reportagem: Fernanda Honorato e Zé Luis Pacheco

Produção: Ricardo Petracca

Clique aqui para saber como sintonizar a programação da TV Brasil.

Criado em 13/08/2013 - 15:41 e atualizado em 07/01/2014 - 16:38

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí