Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

União sem limites

Fernanda Honorato conhece casal que tem síndrome de Down

Programa Especial

No AR em 18/05/2013 - 10:30

Raquel e Marcelo

Em Florianópolis, Fernanda Honorato conhece o casal Raquel e Marcelo. Eles têm síndrome de Down e estão casados há dois anos. E as lembranças do matrimônio permanecem vivas na memória do casal. 

– Eu me lembro até hoje que gritei “Tô casado!” Uma sensação de que eu encontrei uma amiga, uma companheira – lembra Marcelo.

Fernanda também conversa com a mãe de Marcelo:

– O casamento dos dois foi um passo no crescimento de nós como um todo, em família. A gente espera que os filhos cresçam, casem e vão fazer a vida deles. Assim também foi com o Marcelo – conta.

Ainda em Floripa, o Programa Especial visita a Fundação Hassis, que montou um acervo do pintor Hassis Corrêa acessível a todos os tipos deficiência.

Em Macapá, um reportagem mostra a trajetória do jornalista Alieneu Pinheiro, que tem deficiência física.

– Apresento um programa de rádio na Rádio Difusora, chamado Saúde é Vida, em que a gente leva informações referentes a prevenção, às ações que são desenvolvidas dentro do estado, interagindo com os ouvintes e tirando dúvidas sobre saúde – explica Pinheiro.

No Rio de Janeiro, o Programa entrevista o psicólogo Wilcler Vieira, que trabalha na área de Educação Corporativa do SESC Rio. Especificamente, com treinamento e capacitação para pessoas com deficiência e profissionais que recebem deficientes em suas equipes. Wilcler é cego. 

Wilcler Vieira

– Apesar do preconceito, a mensagem que deixo é que as pessoas lutem, como eu fiz. Eu tinha o objetivo de ser psicólogo e passei por muitas dificuldades na faculdade, por falta de adaptação. Que a pessoa lute, que não se deixe levar pelas dificuldades e que foque nos seus objetivos.

O repórter Zé Luiz Pacheco dá uma pausa nas aventuras radicais e visita um Pesque e Pague em Foz do Iguaçu.

 

 

 




Criado em 04/12/2012 - 14:34 e atualizado em 26/04/2013 - 17:36

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí