Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Lutando para Ensinar

Projeto promove intercâmbio de brasileiros com a cultura japonesa

Sábados Azuis

No AR em 16/09/2012 - 01:00

Em Londrina está a segunda maior concentração de japoneses do Brasil e é lá que, há 9 anos, existe o projeto Lutando para Ensinar, cujo objetivo é reabilitar jovens carentes por meio do sumô, famoso esporte japonês.

O Sábados Azuis: Histórias de um Brasil que dá certo foi conferir o projeto que é tão bem sucedido que alguns jovens tornaram-se atletas e conquistaram títulos, como Marcos Vinícius. Ele e sua irmã mais nova, Monique, vieram de uma família bastante desestruturada. Os dois não estudavam e Marcos estava ligado ao tráfico. Hoje ele é um dos campeões brasileiro de sumô. Já Monique é campeã brasileira mirim.

Além do sumô e outras lutas orientais, cursos de mangá, ikebana e bonsai são oferecidos gratuitamente, desde que o aluno esteja matriculado na escola e tenha bom desempenho. Essa melhora na vida dos jovens em situação de risco tem grande contribuição de Cassiano, idealizador do Lutando para Ensinar e um dos professores do projeto.

Aos dois anos, Cassiano foi adotado por imigrantes japoneses, levado para o Japão e criado como um legítimo oriental. Fascinado por lutas, estudou e praticou artes marciais durante os 28 anos que ficou no Japão. Quando voltou à Londrina, iniciou o projeto. Hoje, seu filho, Cassio, segue seus passos e também luta sumô e dá aulas na academia.

Quem também colabora para o sucesso desse intercâmbio é Estela Okabayashi, a primeira descendente de japoneses nascida na região, quando Londrina ainda nem era um município. A pedagoga esteve no Japão pela primeira vez nos anos 70 e pode testemunhar a enorme falta de intercâmbio entre as duas culturas. Essa experiência despertou seu grande projeto de vida: estabelecer laços reais e duradouros entre brasileiros e japoneses.





Criado em 30/04/2012 - 10:21 e atualizado em 04/09/2012 - 12:26

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí