Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Associação Toledana de Ginástica Rítmica

Projeto do Paraná leva ginástica rítmica a colégios da cidade

Sábados Azuis

No AR em 14/11/2014 - 03:30

Com a temática "Brasil Saudável", o Sábados Azuis: Histórias de um Brasil que dá certo, foi à Toledo, no Paraná, conhecer a Associação Toledana de Ginástica Rítmica, que há 20 anos incentiva jovens a começar no esporte.

O projeto começou quando Anita Klemann iniciou o trabalho de implantação da ginástica nas escolas, por meio das atividades da associação. Em sua trajetória, Anita já trabalhou como boia-fria e empregada doméstica, dando um exemplo de determinação e espírito empreendedor. Com seu trabalho, ela conquistou o reconhecimento e, desde 2009, é técnica da seleção brasileira individual adulta de ginástica rítmica.

Seu esforço também fez crescer seu projeto, que hoje tem parcerias entre o poder público e a iniciativa privada, conquistando projeção no Brasil e no exterior. Ao todo, 19 colégios de Toledo abrigam "escolinhas" - espécies de filiais do Centro de Treinamento de Ginástica Rítmica. Atualmente, são 1,5 mil alunas frequentando as escolinhas de ginástica rítmica do projeto "Atleta do Futuro". Uma delas é Kamila Bendo, de dez anos, que estuda na escola municipal Dr. Borges de Medeiros, visitada pelo programa.

Com cerca de 60 meninas, a equipe de alto rendimento do projeto cede várias jovens atletas para a seleção brasileira de ginástica rítmica. Elas treinam no único ginásio climatizado da modalidade no país. Há oito anos, o clube é agraciado com o Troféu Eficiência da Confederação Brasileira de Ginástica Rítmica pelo melhor rendimento geral no Brasil.

Além de mostrar o trabalho da associação, o programa traz histórias como a de Gracieli Morais, que serviu de exemplo para a irmã, Bruna, aderir ao esporte. A família delas se mudou para Maringá, mas as irmãs optaram por ficar em Toledo, para permanecerem ativas no projeto buscando seus sonhos.

O episódio mostra também o envolvimento das famílias locais com a atividade das filhas que participam do projeto, como os pais de três alunas que além de incentivar as filhas (Monize, Morgana e Mayra) bordam as lantejoulas e paetês dos collants esportivos usados nas apresentações.





Criado em 16/08/2012 - 12:11 e atualizado em 16/08/2012 - 15:23

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí